- RHBizz - https://www.rhbizz.pt -

Marketing digital: devo seguir as boas práticas? Sim ou não?

Por Vanda Souto, Diretora de Marketing da IFE by Abilways

Quantas vezes já se questionou sobre as boas práticas e porque elas não funcionam consigo? Para e pensa… mas eu segui todas as recomendações para aumentar a taxa de abertura da minha newsletter!

Na verdade, quando me perguntam quais são as melhores práticas para aumentar os resultados da estratégia de marketing digital, fico com um nó na barriga.

Todos os dias ouço perguntas como:

“Qual a melhor hora para publicar nas redes sociais?”

“Quais as melhores práticas para aumentar a taxa de abertura da newsletter da minha marca?”

Ou então,

“O que devo fazer para aumentar a interação nas redes sociais?”

Diariamente somos bombardeados com artigos à volta deste tema e ficamos tão presos a isso que pensamos: “encontrei os passos exatos para garantir o sucesso da minha estratégia”. Será mesmo assim ou estamos apenas a limitá-la?

Cada marca tem uma história para contar. O que funciona para mim, não significa que funcione para si. Existem características que são particulares ao negócio: os serviços e/ou produtos, o público-alvo, o seu comportamento, etc..

O marketing digital abriu um caminho orientado pelos dados. Se queremos descobrir quais são as melhores práticas para atingirmos o sucesso, temos de: testar e analisar, testar e analisar, testar e analisar.

Confesso que, no início da minha aventura no mundo digital as boas práticas dos outros, tiveram um papel importante na motivação e na identificação do caminho a seguir, mas rapidamente percebi que só a análise em tempo real poderia determinar o sucesso da minha estratégia.

Aproveito para vos falar da Netflix. Já cá faltava este exemplo, mas é inevitável não falar num dos novos players da internet, que compete no mercado tradicional e o vem transformar.

Como é que a Nexflix conseguiu determinar o sucesso da série House of Cards, antes de ser lançada? Dados, muitos dados! Analisaram comportamentos e tomaram decisões inteligentes.

Big data e analytics… um tema a falar no próximo artigo.

Para reter: atrás de um clique existe um dado! 😉

Até breve e boas leituras!