- RHBizz - https://www.rhbizz.pt -

“Colocamos sempre em causa a nossa forma de pensar de forma a identificar novas oportunidades”

Como retalhista tem vindo a reinventar-se ao longo dos últimos anos para se manter relevante num mercado altamente competitivo. Internamente, a Worten está também a revolucionar a forma como desenvolve as competências da sua equipa.  Inês de Castro, Talent Management & Development Lead da Worten, explica como.

Têm uma academia de formação. Como funciona e de que forma promovem o desenvolvimento de competências das vossas equipas?

Recentemente criámos a nossa nova Academia de Formação – Worten Academy 2.0 – em que todo o processo de aprendizagem e conhecimento da Worten foi revisitado e, hoje, temos uma Academia completamente renovada, moderna, inovadora e, sobretudo, assente no conceito do “Digitalismo”.

Passámos de um conceito de transmissão de conhecimento unidirecional para a transmissão de conhecimento 360º. Ou seja, todos temos o direito e o dever de aprender para desenvolvermos competências, sermos melhores nas nossas funções e ensinar/partilhar o nosso conhecimento com toda a Organização.

Com a nossa Academia promovemos a curiosidade e a proatividade dos nossos colaboradores na procura do conhecimento e é por esse motivo que dispomos de ferramentas livres e acessíveis a todos dentro da plataforma Worten Academy, que nos permitem adquirir conhecimento sobre áreas de expertise, mas também de todos os temas que possam ter utilidade para o nosso negócio e para o nosso crescimento profissional.

Recorremos a diferentes ferramentas e tendências do “learning” (formação self service, rapidez na disponibilização de conhecimento através de vídeos e micro-learning, coaching online, gamification, entre outros) para formar mais colaboradores e prepará-los melhor para responder às necessidades do cliente atual e do futuro, potenciando assim melhores resultados no negócio.

De que forma a tecnologia está a alterar e a melhorar a experiência de aprendizagem na Worten?

A Worten é tecnologia! O Digitalismo é o posicionamento atual da nossa empresa, onde o digital é mais do que uma ferramenta, é algo cultural. Ao nível da formação, significa que todos os colaboradores da Worten, de todas as geografias, estão ligados entre si, através de uma plataforma digital que centraliza todos os processos de formação e desenvolvimento e recorre a diferentes tecnologias: cloud computing, social business e big data/analytics.

Prova disso é que a Worten Academy foi eleita Best Digital Platform no Portugal Digital Awards em 2018, pela criação deste novo conceito “building learners and not learning” que visa potenciar o autoconhecimento e a aprendizagem social através de recurso a sistemas digitais.

A ousadia faz parte da cultura organizacional da Worten?

Temos no nosso ADN a irreverência, temos uma cultura de abertura, de trabalho em equipa e de forte dinamismo. Há sempre novidades a acontecer. Há sempre projetos em que nos podemos envolver, para lá da nossa função ou área de responsabilidade. Costumamos dizer que nada é impossível.

Estão presentes nos nossos valores a Inovação e Ambição que nos levam a ousar. Colocamos sempre em causa a nossa forma de pensar e os paradigmas do negócio de forma a identificar novas oportunidades. Mantemos uma atitude desafiadora ao melhorar continuamente as nossas propostas de valor e ao testar novos modelos de negócio, gerindo o risco dentro de limites razoáveis.

Estabelecemos metas que desafiam os nossos limites, estimulam a nossa vitalidade e reforçam a nossa determinação. É esta a ambição que nos move e mantém insatisfeitos com o status quo, forçando-nos a ir para além dos sucessos do passado. Estabelecemos constantemente objetivos desafiantes que põem à prova as nossas competências e exigem dos nossos gestores uma atitude arrojada e empreendedora.